Acredito! (27.05.2012 na Casa das Beiras em Lisboa)

Acredito!

Quando nos anima a força de vencer
E na vida o impossível não existe
O caminho é mais fácil de percorrer
E, às tempestades, nosso ser resiste.
Se por entre as nuvens ainda brilhar o Sol
E no oceano imenso a cor azul domina
Sigo confiante a luz daquele farol
Com a certeza que a vida não termina.
Quero acreditar que há algo mais que isto
Pois é tão efémero o nosso tempo aqui…
Meu desejo é forte. Sei o que conquisto!
Quero acreditar que não existe um fim
Há sempre um começo a que não resisto.
Vivo com esperança e sou feliz assim!

Eu te amarei até sempre mais que o tempo permitir”.

Filipa Duarte in Sedução e Utopia